Pesquisar no site


Contato

Coletivo RadioAtivo !

E-mail: coletivoradioativo@gmail.com

GARANTA JÁ O SEU ! 

 oficinas culturais -Hip hop em cena !

O sábado chuvoso não impediu que as oficinas se realiza-se, apesar do frio o clima nas atividades não deixaram de esquentar, e um clima bem bacana e harmonioso se instaurou em mais uma atividade do projeto "direito a História e a memória cultural"

Ao cair a tarde  o Tigone instalou seu suportes na frente da casa de cultura e iniciou os primeiros riscos com as pessoas que se aproximavam curiosas para saber o que estava acontecendo. 

Já dentro da Casa de Cultura quem tomava a cena era os Companheiros do CFL - Robsoul e Robson nas oficinas que tomaram os tocas discos e entusiasmaram os participantes a fazer umas rimas, e foi o que aocnteceu os parceiros do Clãn dos loucos tomaram os microfones e começaram a fazer um Free Style.

Enquanto isso o Renato polgava com uma mulecada muito animada no Breack Dance, e assim as oficinas ocorriam, e os 4 elementos do hip hop envolvia as pessoas que se aproximavam e tentavam entender o que estava ocorrendo - 4 elementos ou 4 ps -PODER PARA O POVO PRETO !!! ficamos com a segunda opção,  ou a terceira - PODER PARA O  POVO SOFRIDO DAS PERIFERIAS Levantemos nossa voz...

Na sequência foi o que ocorreu  o palco foi tomado e apesar das atividades terem ocorrido no interior da casa de cultura,  abrimos as portas que saiam para rua e a atividade finalizou assim com a tomada dos grupos Xemalami, Cfl, Tocais Mcs e Preta Soul, a Galera do Beat-box  e Freestyle fora dois grupos que tomaram o palco e apresentaram seus sons . 

E assim finalizou mais um parágrafo da História Cultural deste lugar conhecido por Capela do Socorro, lugar em que a galera não tem dó, ocupa a rua, os espaços públicos e onde mais der na telha ...

Fica aqui registrado o agradecimento a todas e todos que contribuiram com o corre de sábado e tornaram este dia possível, nos vemos pelas ruas a fora...                     

     

 Veja o vídeo abaixo ...  

 Programa Hardcore/punk

 

Programa Hardcore/punk gravado no dia 24/07 no cedeca Interlgos, neste progama tocamos uns sons do cenario anarcopunk  e straightedge dos anos 90, além de trocar uma ideia sobre as entrevistas realizadas no projeto direito a história e a memória cultural,

 

OUÇA!


    

 Dia 04/07 programa de rádio experimental no recanto cocaia ! 

Neste dia 04/07 domingo o coletivo radioativo, juntamente com a Rádio Varzea, coletivo Puts e a Rede de comunidades do extremo sul realizaram de fora coletiva um programa de rádio que além da transmissão via rádio 107.1 FM também foi transmitido via streaming pelo site http://radiolivre.org/ e tratou das questões de moradia,manaciais e meio ambiente,  a ativiade foi construida de um modo muito especial com a participação d toos os presentes na oficina. 

ouça o aúdio da transmissão  Aqui :         

Ocorre neste dia 19/06 Oficinas Culturais.

        Ocorreu neste úlitmo Sábado uma oficina cultural no Colégio Euripedes no Jd Lúcelia, o dia foi repleto de ações com os grupos culturias da região, os grafiterios marcaram presença, assim como o pessoal do Xemalami que mais uma vez fez a presa com o seu Xadrez Gigante. 

        Na parte da tarde as atividades se concentraram na produção do minitransmissor de rádio, na organização dos grupos Puts, Rede Extremo Sul, Rádio Varzea e Radioativo, a oficina se estendeu ate o cair da noite, e propomos uma continuidade das atividades com o grupo que ainda permaneceu na oficina, além da produção do mini transmissor, também foi feito uma ideia sobre rádio livre e o uso político, e principalmente como integramos as tecnológias de comunicação em nossas lutas cotidianas. 

        Como encaminhamento firmamos uma nova atividade no dia 04/07 pra continuar esta prosa da rádio e também rever propostas de organizações coletivas em um espço no Cantinho do Céu, não poderiamos deixar de lembrar aqui o acolhimento que recebemos na escola Euripedis, uma receptividade muito positiva rolou com certeza uma conexão entre a escola e o trabalho que queremos desenvolver, queremos voltar mais vezes para realizar novas atividades junto com a escola.

Seguimos na luta e na contrução de novas ondas no ar e na rua !!!  

 

            

          

 Domingo dia 13/06 foi dia de Xadrez sem muros !  

Salve, Salve !!! 

    Neste domingo dia 13/06 foi dia de xadrez sem muros, tradicionalissimo evento de hip hop do grupo Xemalami, o calçadão cultural na frente da Casa de Cultura Palhaço Carequinha no Grajau foi literalmente tomada pelo grupo com seu Xadrex Gigante, vários Grafiterios e com o público interagindo de forma muito peculiar, coisas que só acontece neste tipo de evento em que as pessoas se sentem realmente como se estivessem em casa, e como o Movimento Hip Hop vem da rua, estavamos tod@s em casa mesmo.

    

    As atividades do dia foi embaçado, uma grande interação com a galera rolou com um desafio de Xadrez o "13" no dia 13 levo a melhor, e as atividades continuaram com o grupo de Rap do BNH com sua primeira apresentação, logo depois foi a vez do Criolo Doido e DJ DAN DAN, que na moral deram o recado do dia. O Dan Dan falou sobre a importância da re-contrução do movimento, e de como o Hip HOp vem perdendo espaço nos dias de hoje e que esta re-construção será feita de nós para nós, no final de suas palavras ele fez uma rima que contagiou as pessoas do lugar, na sequência o Criolo entrou pra fazer sua apresentação e lembrou do inicio da organização dos grupos "...QUEM DIRIA QUE A CINCO ANOS ATRÁS ESSE GRUPO ESTARIA TOMANDO ESTA PRAÇA COMO ESTA TOMANDO HOJE, OS BICOS OLHAVAM PRA GENTE E NÃO DAVA PORRA NENHUMA, FALAVAM QUE A GENTE ERA UM MONTE DE MACONHEIRO DE CALÇA LARGA, HJ ESTAMOS AQUI ", em certo momento do show ele soltou a música do grande Wilsom Simonal - Tributo a Martin Luther King, e na moral depois desta não precisa falar mais nada o recado foi dado realmente, como o próprio Ciolo disse - "ninguém é daltônico do ouvido"! depois do Show do Criolo o Xemalami começou a organização para fazer sua apresentação e  o pré-lançamento do seu CD, infelizmente não foi possível que acontecesse por conta de saturação do som, a galera deu uma ideia, pediu desculpas e o evento se encerrou com um tom de quero mais.  

    Não poderiamos deixar de falar aqui das constantes mancadas da administração regional desta subprefeitura, que não teve a devida atenção com o Grupo, a começar pelo atraso do transporte para carregar os equipamentos e por não avisar os funcionários que trabalhavam na Casa de Cultura para receber os Estagiários de enfermagem que iriam fazer testes de pressão arterial, e outros exames básicos para prevenção da saúde do povo, realmente uma pena pois o grupo se organizou previamente fazendo todas as articulações para que está atividade ocorresse.

 

    Infelizmente não conseguimos realizar nossa atividade de transmissão via rádio do evento e a gravação dos shows, nosso transmissor estava dando muita interferência nos equipamentos do Xemalami e tivemos que tesourar, as gravações também não ficaram boas, por isso desta vez vamos ficar devendo a nossa parte, lembrando sempre que estamos no processo de construção desta etapa, todos as experiências são validas ate chegar a uma perfeita sintonia.

 

    Agradecemos muito ao Xemalami pelo espaço estamos juntos manos Valew mesmo !!! 

                         

        

 

Manifestação na Belmira Marim -12/06/2010

Neste sábado dia 12/06 a rede de comunidades do extremo sul, coletivos culturais, artistas tomaram a rua na entrada do distrito do Grajaú, a tarde era fria mas o coração é quente, e a vontade de gritar "já basta" foi bem maior que o frio, e foi neste sentimento de alegria e indgnação que foi realizada a intervenção artistica, com muita música,teatro, dança e muita convença com as pessoas que ali circulavam. 

 

 A primeira atividade da manifestação foi do companheiro Wesley Nog, que nos contagiou com sua música e deu o recado para o público que parava para ouvir sua apreentação, logo em seguida a galera do break tomou a cena e fez uma apresentação de dança muito boa, logo na sequência  o povo da Brava cia de Teatro - fez um trecho de sua nova peça que fala sobre o crescimento da cidade, migração e despejos, tematica que tem total sintonia com as problematicas da região, se o recado era simbólico a Brava fez isso muito bem, após Cia da Brava teve a voz dos moradores das comunidades que participam da rede, cada represenante tomou a palavra e falou sobre os problemas que afetam o seu dia a dia, começando pelos problemas de moradia, transporte público, saneamento básico entre outros, nos intervalos os rimadore de plantão, Luan,Tigone e Ruan faziam seus improvisos ao som de Wesley Nog na viola -muito luxo! ao cair da noite enquanto o Razallfaya não chegava as pessoas cairam na dança ao som do ska para espantar o frio, para encerrar a noite o som contagiante do Razallfaya fechou a festa e todas estas atividades  transmitidas ao vivo pelo 107,1 FM.

  

 

O dia foi lindo era o folego que tod@s precisavamos  diante do cotidiano cheio de correrias e sofrimento com o descaso do poder público frente a situação difícil que se encontram as comunidades da região do extremo sul da cidade de São Paulo, depois deste grande encontro nos preparamos para as novas atividades e lutas de organização popular, a próxima atividade já acontece no sábado dia 19/06/10 no Colégio Euripedis no Jd Lucelia - mais informações logo menos aqui pelo noso site confiram.  

                               

Ação no Recanto Cocaia.

Neste último dia 29/05 estivemos juntos com a Rede de Comunidades do Extremo Sul e o Coletivo Puts em uma ação realizada na Associação do Recanto Cocaia, nosso objetivo neste evento era fazer uma intervenção na programação.

Logo quando chegamos a rua já estava tomada pelos grafiterios, o som na rua já anunciava que aquele sábado não seria um sábado comum, na sequência juntamos o povo na garagem da associação e iniciamos uma oficina de montagem de equipamentos de transmissão de rádio,  a galera da Rádio Várzea também marcou presença no evento e  deu mais uma vez uma força pra conduzir a oficina, enquanto explicavamos como fazera montagem dos equipos trocavamos uma ideia com a galera sobre o que é uma Rádio Livre. A experiência foi muito boa, podemos aprender mais um pouco sobre a história daquele lugar quase no fundo do Grajaú. O Juarez presidente da associação nos contou que eles já tentaram montar uma rádio e que não conseguiram a concessão de rádio comunitária e que o processo hoje  está parado, como muitos processos de pedidos de outras rádios por ai, ele contou que a rádio funcionou por lá mesmo sem a licença pra transmitir - é meus companheir@s RÁDIO LIVRE NO RECANTO. Foi a segunda intervenção em que o Coletivo RadioAtivo realiza - ao final do evento também deixamos nossa marca no muro da comunidade e logo  logo estaremos na rua, ou melhor dizendo no AR novamente, RÁDIO LIVRE !!! 

Lembrando que dia 12/06 estaremos com a Rede Extremo Sul em uma Manifestação Artistica no Terminal Grajaú, a manifestação tem o intuito de anunciar para a população os problemas enfrentados pelas comunidades que compoem a rede e que a meses estão sem resposta do poder público, vejam mais informações sobre a manifestação no sitio -redeextremosul.wordpress.com